Facebook
Twitter
Facebook
Logomarca
Publicidade
Notícias
Carro Flex aceita mudança de combustível em qualquer momento
WebRádio

Lançada em 2003, a tecnologia Flex caiu no gosto dos brasileiros. Hoje, mais de 90% dos veículos novos que saem de fábrica no país são bicombustíveis. O que pouco mudou nesses 11 anos foram as dúvidas e mitos sobre o sistema. Afinal, pode misturar etanol com gasolina? É possível usar qualquer proporção? Há problema em mudar de um combustível para outro?

Nos carros Flex a mudança de etanol para gasolina (ou vice-versa) é perfeitamente possível sem qualquer prejuízo para o motor. Isso é consenso entre montadoras, fabricantes de motores e distribuidoras de combustíveis. O sistema de injeção identifica qual o combustível está sendo mandado do tanque e ajusta todos os parâmetros para o melhor funcionamento. Ou seja, você pode escolher qual usar, em qual proporção que deseja. Sem medo. Se restam 10 litros de etanol e você quer completar com gasolina, sem problemas. Como o nome sugere, a tecnologia Flex é flexível.

A única recomendação especial de algumas montadoras é quando um combustível esvazia e o motorista quer abastecer com outro. Neste caso, o aconselhável é rodar por pelo menos 10 minutos com o novo combustível antes de desligar o carro para evitar problemas na próxima partida. Quando é feita a troca completa, com o tanque quase vazio, os sensores demoram um pouco para reconhecer. Mas quando essa troca é gradativa, o motorista nem percebe.

Fora essa situação, a mudança de combustível praticamente não altera o funcionamento do veículo. Isso porque os atuais sistemas de injeção eletrônica estão constantemente ajustando-se à mistura existente no tanque para adequar a potência do carro. Todos os cálculos são feitos com objetivo de conseguir o melhor consumo e desempenho.

Qualquer mistura

Outra dúvida frequente dos motoristas é em relação à mistura. Os carros Flex podem ser abastecidos com gasolina ou com etanol, sem problemas de misturá-los. O sistema foi projetado para funcionar com os dois combustíveis ao mesmo tempo ou com cada um separadamente. Não há contraindicação nem em relação à durabilidade do motor nem em relação ao desempenho.

Se você gosta de usar somente um tipo combustível no carro Flex, fique à vontade. O motor do carro não “vicia” a um determinado tipo, como dizem por aí.  Também é mito a história que misturar os dois combustíveis dá mais potência ao veículo.

O primeiro carro bicombustível do Brasil foi o Gol 1.6 Total Flex, em 2003. No país já foram fabricados mais de 20 milhões de veículos Flex. A tecnologia vem crescendo e evoluindo. O que não pode continuar são as dúvidas.

Fonte: G1

Top 10
01
Work (Explicit) ft. Drake
Rihanna
02
Ocean Drive
Duke Dumont
03
Pedra Murano
NX Zero
04
Work from Home
Fifth Harmony
05
Tarde Livre
Selvagens à Procura de Lei
06
Hotline Bling
Drake
07
Fast Car
Jonas Blue
08
Dangerous Woman
Ariana Grande
09
No Way No
Magic!
10
Wake me Up
Avicii
publicidade
Bt
Vídeo em Destaque
''SEU CUPOM FISCAL VALE MUITO PARA NÓS''
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Facebook
Facebook
Youtube
Email: webradiohits@hotmail.com Tel:(42) 3646-27 76 ou (42) 9958-2776
Radio Online Hits 2013 ©Todos os direitos reservados - Desenvolvimento: ELLOS DESIGN